Chegou a hora de falar sobre o convite de casamento! O momento de convidar as pessoas que você quer compartilhar o dia do seu casamento é super importante. Toda noiva sabe o friozinho na barriga na hora de entregar para a primeira pessoa: aquilo se torna de fato real-oficial! hehehehe Além disso, o convite do grande dia é um “preview” do que está por vir – ele dita o estilo do seu casamento e é o primeiro contato do seu convidado com a data. O seu convidado começa a criar expectativas a partir dele. Por isso é importante o modelo do convite estar alinhado com o restante da festa – ou seja, nada de convite formal para um casamento rústico e vice versa. Hoje vim contar para vocês um pouco do processo de escolha do convite do nosso casamento e mostrar fotinhos dele (que eu amei!) e também de algumas das nossas referências que pesquisamos antes de decidir o nosso.

convites-referenciasconvites convite 5

Nosso casamento vai ser no estilo rústico chique – uma mistura do meu lado perua com o clima de sítio da Alameda Figueira. Então a decoração vai ter bastante madeira misturada com dourado – e claro, estampa floral e cores vivas que combinam perfeitamente com o horário do evento que é as 16h. #ansiosa

Desde o início eu e o Eduardo não queríamos um convite tradicional – até porque nós não somos assim e nosso casamento também não vai ser totalmente tradicional. Claro, é um evento em que uma certa tradição é necessária obviamente, mas queríamos fugir do branco-com-verde e convite-com-renda que nos trazem uma sensação de deja vu. Nada contra, acho lindo, só não combina com a gente e queríamos optar por algo um pouco diferente do tradicional. Eu sou blogueira e o Eduardo é sócio de uma agência de publicidade. Se nosso casamento (e convite) fosse tradicional não teria a nossa cara.

Desde o início dos preparativos pensamos que queríamos incluir alguma cor forte – começamos com o marsala, passamos pelo laranja, pelo rosa e até pelo marrom mas batemos o martelo em uma combinação de cores que nos lembrasse o por do sol. Sabe aquele por do sol que é uma mistura de vermelho, rosa, amarelo? Ele que nos inspirou. Gostamos muito de referências de convites com florais coloridos e alegres com fontes bacanas. É super difícil, pelo menos aqui em Porto Alegre,  achar uma empresa de convites que faça diferente do “arroz com feijão” dos casamentos. Nós pesquisamos, visitamos diversas empresas e nenhum modelo que nos apresentaram fez nosso coração bater mais forte – muito pelo contrário, não gostávamos de nada e não achávamos nenhum que fosse único, diferenciado e que tivesse a nossa cara. Chatos, eu sei. hehe Depois de muito procurar, resolvi ir para o photoshop e criar eu mesma a arte do convite. E modestia à parte ficou melhor do que a maioria dos que nos ofereceram. Vem conferir como ficou!

casamento-ivana-rebeschini-o-convitecasamento-ivana-rebeschini-convite

Pesquisamos algumas referências (que mostrei ali em cima) que nos agradavam e comecei a bolar algumas opções e votar com as madrinhas e com o meu noivo qual era o predileto. Com a arte pronta, bastou imprimir em uma gráfica. Optei pela D21 aqui de Porto Alegre que eu gosto muito do trabalho, apesar de não ser a mais barata, é uma das melhores opções pra quem não é profissional e não trabalha com isso. O pessoal por lá sempre me ajuda bastante imprimo muitos materiais lá – inclusive eu que fiz também o menu, marcação de mesa, etc. Para o envelope, pensamos em algo cortado a laser com uma pegada rústica. Acabei achando esse modelo na Export Laser com um preço super bacana. Depois foi só juntar tudo com um laço chanel que minha mãe aprendeu a fazer no youtube. Super DIY e trabalho em equipe! Foi super legal escolher literalmente cada detalhe, cada vírgula, cada alinhamento do nosso convite. Super indico para quem entende um pouco dessas coisas como nós – claro que não estávamos buscando nada super requintado, com relevos, etc,  por isso não foi difícil fazermos sozinhos. Queríamos algo simples, charmoso e diferente. Acho que conseguimos, né? Eu adorei e fiquei super orgulhosa do nosso convite.

Sobre as “regras” do que pode ou não pode escrever nos convites, consultamos a nossa cerimonialista e exemplos de convites na internet e filtramos o que achávamos coerente ou não. Afinal, o mundo de casamentos é cheio de regras inúteis e que não fazem sentido para ninguém que nasceu depois de 1970. kkkk Sim, nós colocamos no convite o endereço do nosso site que era onde se encontrava a nossa lista de presentes, coisa que é super contra as regras mas nós não nos importamos com essas coisas. Eu acredito que mais do que ser bonitinho o convite serve para ser informativo e não faz sentido nenhum “omitir” essas informações e fazer o seu convidado ficar perguntando e caçando por aí informações que poderiam estar ali. Então nosso convite teve sim endereço de site, lista de presente e os nomes dos convidados foram escritos conforme achávamos mais bacana e por proximidade e não simplesmente o nome do homem ir sempre na frente, independente se a “convidada principal” é a mulher – machismo até na hora do meu convite de casamento não, né?

convite-casamento-ivana-rebeschini casamento-ivana-rebeschini-convite-

Queremos um casamento alegre, divertido, romântico, rústico, delicado e moderno. Acho que o convite passou bem essa mensagem além de ser informativo e útil. Ah… e hoje em dia não precisamos mais encontrar tooooodo mundo para entregar os convites em mãos. Haja tempo, né? Entregamos em mãos somente aqueles que tínhamos mais contato no dia a dia e ficaria fácil a entrega – e claro, alguns parentes mais de idade que se importam com isso. Muito deixamos na caixa de correio ou com o porteiro e os de outras cidades mandamos por sedex. Não tem porque complicar e se estressar com isso, afinal, mesmo não entregando todos em mãos foi um processo bem chatinho fazer toda essa função então mantenha a calma nessa hora e comece as entregas com bastante antecedência para evitar a correria. E aproveite cada segundo porque já sinto falta de todos preparativos. Agora é contagem regressiva, menos de 20 dias para o nosso casamento. Que ansiedade!

Post Anterior

Receita: Risoto de filé com palmito

Próximo post

Look: Vestido Jeans