Não tem frustração maior do que achar que vai arrasar na make depois de assistir a algum tutorial, e não conseguir sair da sombra na pálpebra móvel e da pele toda machada pelas inúmeras tentativas de fazer algo além disso. Deixa eu te contar, isso acontece com muito mais gente do que você imagina! Os tutoriais de qualidade que vemos por aí normalmente são feitos por pessoas com muita prática, e que fazem um montinho de pigmento se transformar em um esfumado degradê perfeito em 2 pinceladas. Mas nós – reles mortais que não têm tal capacidade – também podemos arrasar na make e deixá-la com cara de profissional de jeitos muito mais simples e realistas!

produtos make

Uma das partes essenciais da maquiagem é a preparação da pele, afinal, não adianta nada sair de casa linda e meia hora depois tudo ter sumido como um trágico passe de mágica. Para a maquiagem durar, em primeiríssimo lugar, a pele deve estar limpa. No entanto, isso acaba sendo uma armadilha para as meninas de pele seca. Depois de lavarem o rosto, a pele fica mais ressecada ainda, e na hora de passar a base, pronto: temos um efeito lindo do chão craquelado do sertão. Por isso, é muito importante hidratar a pele após lavar o rosto (até mesmo para as meninas de pele oleosa, desde que utilizem o hidratante adequado).Depois de ter a pele limpa e hidratada, para obtermos aquele aspecto de pele de porcelana – no bom sentido – precisamos fechar os poros. Se você não tem um primer que cuide dessa parte (produto que eu acho que super vale a pena investir), um pano com um pouco de gelo também funciona bem.

Pronto, agora a aplicação da make. Erros comuns: o corretivo não deve ser mais claro que a pele, como a maioria das meninas pensa. Acho que ninguém quer ficar parecendo um panda ao contrário, né? A quantidade de base, outro tabu da maquiagem, varia muito de acordo com o tipo de pele e o clima. Já vi profissionais respeitados defendendo tanto a utilização do mínimo de base quanto a política do ‘sem miséria’. Atenção: não tome dicas de profissionais como verdade absoluta, cada caso é um caso, e você deve seguir o que tem melhores resultados na sua pele.

Pele perfeita

Depois da base e do corretivo, é indispensável o uso do pó. Para uma cobertura mais leve, passe com o pincel, para uma cobertura mais pesada, use a esponjinha, simples assim! O pó, além de ajudar a fixar a base e dar aquele efeito mate lindo, também pode te ajudar a não fazer aquela meleca na hora de passar a sombra. Carregue bastante embaixo dos olhos, onde a sombra costuma cair, e depois, para tirar, é só pedir pra amiga assoprar. Não tem coisa mais triste do que estar com a pele linda e estragá-la tirando aquela sombrinha desnecessária que sempre cai fora da onde deveria. Todas sabem que blush é vida e dispensa comentários, mas do mesmo jeito que te deixa linda, pode acabar com toda a maquiagem. Muito cuidado para não exagerar: na dúvida, menos é mais. Aplique sempre com um pincel razoavelmente grande (os pequenininhos que vem em alguns estojos são meramente decorativos) e faça o movimento partindo das maçãs do rosto, indo em direção a raiz do cabelo. Nada de blush em formato de bolinha parecendo make junina! Para não errar nos olhos, é só investir no simples e bem feito.

Uma sobrancelha bonita é fundamental. Preencher as falhas com sombra (uma que se aproxime do tom da sobrancelha), utilizando um pincel chanfrado, já faz toda diferença. Se você não tem muita prática, não tente delineá-la com lápis ou vai parecer uma sobrancelha definitiva que deu errado. Nas pálpebras: seja lá qual for a cor de sombra que você escolher, o esfumado é o que faz a diferença e deixa a make com aspecto elaborado. E, mais uma vez, não é porque você viu no tutorial um esfumado com 5 cores que se mistura com o iluminador abaixo da sobrancelha e fica lindo, que você deve tentar fazer igual. Passe a sombra na pálpebra móvel, com o pincel para esfumar faça movimentos de vai e vem no côncavo, e voilà: olho esfumado simples e lindo. Se quiser misturar mais de uma cor: cores claras na parte interna (próxima ao nariz) e cores escuras na parte externa.

olho esfumado marrom

Na hora de passar o rímel, nada de economizar. Passe quantas camadas achar necessário, sempre de dentro para fora, e não se esqueça dos cílios inferiores. O delineador é opcional, e exige um pouco mais de prática, mas acreditem: quanto mais treino, mais fácil e natural se torna fazê-lo, não requer nenhuma habilidade especial. O lápis na linha d’água pode ser levemente esfumado com aquela esponjinha que já vem junto com alguns deles, ou então com um pincel pequeno. Para boca não tem segredo, mantenha seus lábios sempre hidratados e o batom ficará lindo. Uma camada de base antes de aplicar o batom ajuda a fixá-lo por mais tempo e deixá-lo mais uniforme. Se o batom for escuro, o resultado é melhor se delinearmos a boca com um lápis que se aproxime da cor dele (preferível que seja um pouco mais claro), assim, evitamos borrões e o look fica mais clean. Para quem tem dúvidas sobre quais são os pincéis, aí estão eles.

pincel chanfrado e pincel de esfumar

E aí, meninas? Gostaram das dicas? Alguém tem mais sugestões para arrasar na make sem frustrações? A grande dica é treinar muuuuuito na frente do espelho – só assim você vai saber o que fica melhor em você além de quais os truques você consegue fazer e quais não é bom nem arriscar sozinha.

Post Anterior

Bordô: como usar

Próximo post

Outono, tachas e militarismo