Sabe aquela camiseta básica que você já cansou de usar? Vou te ensinar a transformar em algo personalizado e bem diferente. Legal também para quem compra em lojas de departamento e não consegue suportar a ideia de encontrar alguém na rua com a mesma roupa.

Vamos usar uma técnica japonesa chamada Shibori, onde dobramos, amassamos, torcemos e costuramos o tecido antes de tingir (o famoso tie dye, lembram?). Lá nas gringa usam um corante natural chamado Índigo. Não achei nada parecido por aqui, então usei corante de tecido azul marinho, que dá o mesmo efeito.

tipos de shibori

Você pode dobrar o tecido como quiser, são diversas opções. Tem gente que enrola em cano, que usa pedrinhas amarradas na roupa ou até mesmo que enrola em madeira. Eu fui pelo caminho mais fácil e usei elásticos. Acima são algumas opções simples pra se inspirar.

Você vai precisar de uma peça de roupa branca, de corante em pó (usei da marca Guarany, cor marinho), elásticos, um pote e uma colher.

tutorial-tingimento-shibori

1. O primeiro passo colocar elásticos na peça de roupa que você quer tingir. Amarre bem forte o elástico se você quer que a peça fique mais branca e mais fraco se quiser que fique mais azul. Onde o elástico estiver, vai ficar branco.

2. Depois vamos colocar um pote de corante em 1 litro de água fervida. Mexa com uma colher até o corante dissolver completamente.

3. Hora de mergulhar a peça. Deixe de molho por cerca de 30 minutos. Não esqueça de mexer de vez em quando pra se certificar que o corante vai pegar na roupa inteira.

4. Passando 30 minutos, colocamos a peça em água normal da torneira por cerca de 10 minutos. Assim o excesso de tinta sai mais facilmente depois.

Depois é só retirar os elásticos e enxaguar até sair todo o corante. É bem importante remover todo o excesso, se não quando você for lavar com outras peças, vai manchar tudo. Deixe secar no varal e saia por aí com uma peça exclusiva criada por você!

Gostaram do DIY? Me digam o que vocês mudariam e qual método mais gostaram nos comentários. Ah, se fizer esse tutorial, posta nas redes sociais com a hashtag #aprendinovf que eu quero muito ver!

Post Anterior

Dica de livro: Trilogia A Seleção

Próximo post

Sobre torres e tombos