Tenho que admitir, coisa que não faço com muita frequência, que estive errada sobre você. Quando te conheci, achei que desistiria de mim numa briga qualquer. Num dia ensolarado ou noite chuvosa. Achei que abriria mão logo na primeira prova de resistência ou com a minha falta de paciência. Eu estive errada todo esse tempo porque me julguei boa demais para você. Quando tudo o que você fez foi me mostrar o contrário. Eu não quero viver uma mentira como das outras vezes, entende? Não quero que você seja como todos os outros a quem enganei. Não quero te dar o que eu não tenho, nem te fazer acreditar no que eu não sinto.

Seria de uma covardia sem tamanho se eu te levasse até a minha casa e te embebedasse com meus vinhos, histórias, desafetos e carências. Seria muito aceitar o fardo de te tratar como nada logo após. Eu não aceitaria conviver com a dor de te abraçar, sentir seu cheiro e todo o carinho envolvente e não poder retribuir. Não quero forçar sentimento. Não quero ensaiar falas e fazer parte de uma peça de teatro ao invés de estrear num romance verdadeiramente bonito. Porque o amor de verdade vai muito além disso. É tudo natural. É tanta paz. É leve.

E a forma como tenho vivido só me leva para baixo. Não dá para ser feliz aceitando uma vida tão solitária. Para mim, não é justo te incluir nisso. Te fazer engolir goela abaixo meu jeito infeliz de levar a vida. Não quero ser como todo mundo. Não quero expor a minha dor para despertar a piedade alheia. Quero ficar quietinha. Quero me afastar de tudo e de todos como um bicho ferido, para me recompor sozinha. Não dá para ser feliz agora. Não dá para ser feliz nesse momento tão frágil e tão “in” em que vivo. Estou aprisionada em mim mesma para ver se dentro desse casulo alguma coisa vira borboleta.

Não me queira tanto por enquanto. Não me procure em todos os cantos. Não espere que eu te dê o que eu não tenho, nem que te faça sentir o que nem eu sinto. Sinta minha falta mesmo eu não merecendo nem uma parte dela. Eu vou amadurecer. Eu estou vivendo esse processo e é tudo muito novo para mim. Eu me despedacei em mil fragmentos para me tornar inteiramente sua. E em nosso tempo, ambos seremos sem sacrifício algum. Tenho em mente que amor que tem que ser, será onde quer que esteja. E no momento certo, ao invés de te guardar de mim, te levarei comigo.

good things

Post Anterior

Suco que combate a celulite

Próximo post

Combinando: Azul com Preto