Hoje fiquei com saudades de Paris. Daí peguei meu jatinho e fui dar uma volta por lá (daí eu acordei). Fui para essa cidade maravilhosa dois anos seguidos de tanto que eu gostei – apesar da última vez que eu fui estar lotada de mendigos e um pouco suja, mas nada que atrapalhasse a beleza de Paris. Na primeira vez que visitei a cidade fui com amigas em clima total mochilão. Ou seja, nada de restaurantes badalados para nós. Já no outro ano voltei com gostinho de quero mais – senti que não tinha aproveitado tudo que poderia da cidade, claro. Nessa vez experimentamos várias programação um pouco mais “chiques”. E uma delas foi o famoso restaurante que fica dentro da Torre Eiffel. Não sei estatísticas, mas “alguma coisa” me diz que é um dos locais onde tem mais pedidos de casamento por segundo. Praticamente toda mesa com um casal jantando rolava aquele clima de tensão hehehhe.

restaurante torre eiffel

restaurante paris torre

É ou não é de tirar o fôlego essa vista do restaurante da Torre Eiffel. O único ponto negativo da vista é que não tem a torre nela, né? hehehe Na parte de dentro eu não consegui fotografar muito bem porque estava bem escuro, pouca iluminação (aconchegante e tal) e não queria atrapalhar as outras pessoas com o flash da câmera. Dentro da Torre Eiffel ficam 2 restaurantes – eu só descobri isso depois de ter reservado no 58 Tour Eiffel. Além desse, tem também o Le Junes Verne. Em nenhum dos restaurantes na torre você pode entrar de tênis, por exemplo. É uma programação de Paris (como muitas outras) que precisamos ir mais arrumadinhas. Ou seja, leve em consideração esses programas na hora de fazer a mala.

restaurante torre eiffel 58

Eu como adoro misturar programações turísticas com gastronomia adorei a experiência. Um dos meus programas prediletos em viagens é sair para jantar em algum lugar legal. Na torre então foi absurdo de lindo. Assim, como vocês viram nas fotinhos dos pratos principais não é muita comida. Não vou dizer que passei fome porque seria muito morta de fome da minha parte, mas vou te dizer que não encheu muito não, viu? hahahaha Mas é da cultura da frança mesmo. Italiana que sou gosto do prato bem cheio e não me acostumo com uma mini colheradinha de sobremesa #gordinha.

O menu do restaurante 58 inclui uma entrada mini, um prato principal mini e uma sobremesa mini. Mas tudo muito gostoso! O preço é um pouco salgadinho, em torno de 90 euros por pessoa no jantar (que foi qual eu fui) mas eu achei que valeu super a pena pela experiência – afinal, você tá em Paris, né? Nada por lá é muito barato e muito grande. A minha dica é conferir o horário que escurece na época que você estiver lá e reservar (não esqueça de reservar!) no fim da tarde, um pouco antes de escurecer – assim você consegue ter a experiência de ver Paris de cima tanto de dia quanto de noite. Uma boa dica também é reservar o almoço no restaurante 58, que parece ser bem legal (estilo picnic) e muito mais em conta. Que saudades de Paris!

Post Anterior

Como usar: Botas acima do joelho

Próximo post

Amar vale muito mais a pena