Já tem um tempo que as celebridades apostam nos vestidos recortados. Nos sites de street style também podemos ver claramente essa tendência. A explicação é bem simples: eles são versáteis, modernos e sensuais na medida. As intervenções no modelo podem ser laterais, nas costas ou até mesmo criando uma configuração nova de decote. O resultado é uma modelagem inusitada e que, quando bem escolhida, valoriza os pontos certos.

Pra usar bem é preciso atenção na hora de comprar o seu.  Fique ligada na numeração da peça: se estiver justa demais, pode desfavorecer e marcar gordurinhas indesejadas. Se localizado no lugar certo, esse corte pode até dar a impressão que você tem a cintura mais fina. Não é legal aparecer algum pedaço do sutiã. Se o modelo não tiver sustentação para os seios ou tecido que dê pra dispensar a peça íntima, uma opção possível é usar Lib (aquele “adesivo” que segura tudo, sabem? Vende em farmácias!). Balancear os volumes e comprimentos também é importante, pois a combinação de recortes e saias curtas pode sair do sexy acabar caindo no piriguetismo. Glamour zero, né? Então vá de modelos mais soltos, rodados ou aumente uns dedinhos no comprimento da saia – muitos também valem, pois os longos são lindos.

Ah! Mais uma dica: esses vestidos da última montagem são da Asos, loja gringa super legal e de enlouquecer qualquer uma (entrega no Brasil! frete é grátis mas comprem só até 50 dólares pra não pagar imposto)! Vale o clique, dá pra perder várias horas lá. Vocês gostam de peças assim ou preferem deixar passar a tendência?

Post Anterior

Coroa de Flores

Próximo post

App para as atrasadas!