Está procurando o roteiro perfeito em Paris? Eu amo muito essa cidade e estou programando para esse ano a minha quarta viagem para lá. E eu sou completamente obcecada por roteiros perfeitos. Depois de muito pesquisar e testar nas minhas viagem consegui bolar o Roteiro Perfeito em Paris – na minha humilde opinião.

roteiro perfeito paris 5 dias

Antes de mais nada, se você (ainda!) não me conhece muito bem eu vou explicar o tipo de viajante que eu sou: sou completamente apaixonada por viajar, gosto muito da parte gastronômica das cidades que eu visito, gosto de lojas, de passear sem rumo pelas ruas e sentir o clima da cidade – eu não me sinto obrigada a passar horas no museu mais famoso nem de dar “check in” em absolutamente todos os pontos turísticos e muito menos perder horas precisosas da minha viagem em filas intermináveis. Ainda mais em Paris!

E porque isso é importante? Simples: cada viagem é única e cada viajante tem seus próprios gostos. O mais bacana e ir adaptando a eles e montando o seu roteiro perfeito. Esse é o Roteiro Perfeito em Paris segundo os meus gostos pessoais e de várias pessoas que eu já indiquei e concordaram que é mesmo o roteiro perfeito. Ele abrange o principal e te dá margem para conhecer Paris do seu próprio jeito. Vem conferir o meu Roteiro Perfeito em Paris!

O Roteiro Perfeito em Paris (5 dias)

O meu Roteiro Perfeito em Paris leva em consideração 5 dias, o que eu acho o ideal/mínimo para conhecer a cidade. Se você tiver mais dias na cidade, ótimo! Basta adicionar algum dos extras que vou deixar abaixo desse roteiro. Vem conferir!

roteiro-perfeito-em-paris

Roteiro no Dia 1: Olá Torre Eiffel!

Chegada na cidade (manhã ou início da tarde – se chegar no fim da tarde ou a noite comece no próximo dia). Check in no hotel. Se localizar nas redondezas do hotel e encontrar a parada de metrô mais próxima. Pegar o metrô e ir até a estação Trocadero. É lá que você vai conhecer a sua mais nova amiga: a incrível Torre Eiffel. Não tinha como ser um roteiro perfeito em Paris se não começasse com ela, né? Chegar através da estação Trocadero é super importante para ter a melhor primeira impressão e vista completa da torre. É inesquecível e com certeza você vai ficar um bom tempo por ali batendo fotos e circulando na redondeza. Aproveite! Caso você tenha chegado a noite ou no fim da tarde em Paris, pode fazer o roteiro do seu primeiro dia somente até aqui para ver a Torre iluminada. Se chegou cedo, continue aproveitando o Roteiro Perfeito em Paris!

Quando você quiser (take your time, a torre merece), siga adiante através da Avenue Kleber até o Arco do Triunfo. Se desejar e a fila estiver ok, entre no Arco para admirar a vista de Paris. Caso não faça questão, admire por fora, tire suas fotos e siga até a famosa avenida Champs Elysee.

Passeie por essa linda avenida de Paris, admire as lojas sem pressa. Pare na Ladurée para experimentar o famoso macaron e tomar um chá ou café. Na Champs Elysee Lá tem a maior Sephora do mundo, então se quiser, gaste meia horinha por lá – mesmo se não for fazer compras, dê pelo menos uma olhada na loja. Siga adiante e vá caminhando até o Louvre. Provavelmente, se você fez esse roteiro com a calma que merece, curtindo cada cantinho, quando você chegar no Louvre já estará anoitecendo e você poderá ver a linda pirâmide do Louvre iluminada. Coisa mais linda!

Obviamente, veja o louvre só por fora nesse dia pois ele precisa de bastante tempo e disposição. Vá até o Jardin des Tuileries e sente-se por lá – aproveite para experimentar o chocolate quente mais famoso de Paris, no Angelina pertinho no Jardin des Tuileries. A noite jante em algum local bacana que você queira conhecer e vá descansar, afinal esse é só o primeiro dia do roteiro perfeito em Paris.

roteiro perfeito paris trocadero

Roteiro Dia 2 – Ilé de la Cité, Museé D’Orsay, La Grande Epicerie e Cabaret

Acorde cedo, tome café da manhã (se o seu hotel não tiver, escolha uma patisserie francesa por perto ou encontre a Paul mais próxima e devore sem culpa um croissant maravilhoso). Pegue o metrô até a estação Cité. Hoje vamos conhecer a parte mais antiga da cidade – a Ile de la Cité.

Comece pela Notre Dame (se quiser entrar em algum ponto do roteiro de hoje, entre.. não indico entrar em avsolutamente todos pois você vai perder o dia inteiro nas filas – pesquise antes quais os imperdíveis para o seu gosto e defina bem), passe pela Sainte-Chapelle e pelo Palais de la Justice. Atravessando a pequena ponte que liga as duas ilhas (Iles) tem o sorvete mais famoso da frança, o Berthillon – não perca!

Depois de se deliciar com o sorvete, siga a pé até o Pantheon. Vá caminhando para lá admirando as ruas, a cidade, as pessoas. Reparando em cada detalhe. Depois siga para o perfeito Jardin du Luxembourg, passando pelo Quartier Latin.

A partir daqui você pode ou ir para o Musée d’Orsay (se você é mais das artes) ou para a La Grande Epicerie (se você é mais da gastronomia). Nada impede de fazer os dois também, vai depender do seu ritmo. A La Grande Epicerie é o templo dos produtos gastronômicos franceses e faz parte do grupo Le Bon Marché – lá tem uma área de picnic muito bacana com mesas coletivas. Você pode almoçar por um preço bacana e uma experiência maravilhosa. Compre algumas comidinhas (duráveis como geléias, azeite de oliva, massas, biscoitos, chocolates..) para reviver o gostinho de Paris em casa. Eu amo e sempre trago a mala lotada de comidas. Na Grande Epicerie você vai encontrar vários franceses fazendo compras e poucos turistas – por ser um pouco fora do circuito turístico tradicional, infelizmente, as pessoas acabam não conhecendo. Eu super indico!

De noite, eu indico assistir algum show de Cabaret em Paris – pode ser o Moulin Rouge (super tradicional e famoso) ou o Lido (que fica na Champs Elysee e tem um show lindo). Não se esqueça de comprar seus tickets com antecedência no site oficial – tem várias opções de ingressos: com jantar, somente com espumante, etc. Sugiro o horário perto das 21h.

E não se esqueça que para assistir os shows de Cabaret em Paris é necessário ir um pouco mais arrumadinha – tênis, regata, boné, rasteirinhas, etc não são permitidos. Mas não se preocupe, um pretinho básico com sapatilha para as mulheres e uma calça escura com camisa para os homens já está ótimo. O ideal é fazer o roteiro do dia, ir para o hotel, tomar banho etc e ir para o espetáculo. Lembre-se que em Paris a maioria dos restaurantes fecha cedo, então jante antes do show se o seu ticket não incluir o jantar.

roteiro paris le grand epicerie

Dia 3 – Montmartre, Sacre Coer e Jantar na Torre

Pegue o metrô até a estação Abbessess – essa é a estação de metrô mais profunda de Paris, ficando a 36 metros abaixo do nível da rua. A Abbesses já foi inspiração para bolsa da Louis Vuitton e também é a estação do filme Amelie Poulain. Chegando pela estação Abbesses procure pelo muro Je t’Aime – nele está escrito Eu Te Amo em mais de 300 idiomas. Depois siga adiante a pé, pois hoje é dia de conhecer um dos bairros mais charmosos de Paris: o Montmartre. Vá caminhando nas redondezas e desvendando os cafés e praças desse bairro. Se perca entre as ruazinhas românticas, não se limite apenas onde todos os turistas vão. É em Montmartre que fica o Moulin Rouge – caso você não vá assistir o show deles, vale a pena passar pelo menos passar pela frente da famosa fachada.

Bateu a fome? Independente se for horário do café da manhã, almoço ou chá da tarde, indico o restaurante Marcel. Se o seu roteiro cair em um sábado ou domingo, pode aproveitar o brunch (10h – 19h), se for outro dia tem café da manhã e almoço deliciosos e em uma rua super charmosa.

Depois de conhecer um pouco melhor o bairro Montmartre e se deliciar no Marcel, é hora de ir visitar a Sacre Coer. Saindo do Marcel, vá a pé até a Sacre Coer – use o google maps para ir se guiando. De lá você vai ter uma incrível vista de Paris.

Para o fim da tarde/noite eu indico para esse dia ir jantar no restaurante 58 dentro da Torre Eiffel. Já falei sobre a experiência por aqui e continuo achando a opção perfeita para subir na torre sem filas, aproveitar um jantar delicioso e ver Paris lá do alto. Sugiro fortemente reservar o horário perto das 18h30 – assim você vai conseguir ver a vista durante o dia e a noite também. Inesquecível! Se quiser economizar um pouco ou se adequar melhor no seu roteiro e preferencias alimentares, também pode optar pelo almoço que é em estilo picnic mais informal.

Uma refeição dentro da Torre Eiffel com certeza faz parte do meu roteiro perfeito em Paris – claro que você pode adaptar o roteiro perfeitamente ao seu orçamento de viagem retirando ou incluindo programações. Existem inúmeros restaurantes incríveis (estrelados e caros!) na cidade que se você estiver com o orçamento mais folgado é bacana de aproveitar mas também existem inúmeras opções inesquecíveis e super em conta – como sanduíches em baguetes francesas, queijos e vinhos deliciosos do super mercado, crepes de rua… Enfim, em Paris só come mal quem quiser. O importante é tratar a refeição da mesma maneira que os fraceses tratam: com respeito e apreciando, não somente comendo um Burger King/Subway para a barriga não roncar. A gastronomia é parte super importante da cultura francesa. Aproveite e inclua muitas delicias no seu Roteiro Perfeito de Paris!

roteiro paris perfeito restaurante torre

Roteiro Dia 4 – Marais, Lafayette e Happy Hour

Hoje é dia de passear pela região mais cool de Paris, no Marais! Por lá tem muita moda, cinema, artes no geral. É o bairro mais descolado da capital francesa. Pegue o metrô até a estação Hôtel de Ville e caminhe até a Rue Sainte-Croix de la Bretonnerie (uma rua focada no público gay que é a cara do Marais). Se quiser provar um macaron do famoso (e dizem que melhor de Paris) Pierre Hermé, nessa rua tem uma loja. Vá descobrindo seus cantinhos favoritos, lojas bacanas, cafés charmosos… Siga para a Rue des Rosiers onde você pode provar um legítimo e famoso fallafel (o l’As du Fallafel é super famoso e sempre tem fila). Siga para a Rue des Francs Bourgeois e depois do passeio vá para o Marché des Enfants Rouges. O mercadão mais antigo da cidade!

Depois de bater perna pelo delicioso Marais, a indicação é pegar o metrô e ir conhecer a famosa Galeries Lafayette – programe-se para chegar por lá antes das 18h pois ela é super grande e fecha as 20h30. Mesmo que você não tenha a intenção de comprar algo, é um passeio bacana e super tradicional e faz parte de qualquer roteiro perfeito em Paris. Um ponto turístico da cidade. Vale a pena!

Para a noite, sugiro um happy hour em algum bar bacana para conhecer um pouco da noite parisiense. Algumas sugestões são: Bespoke (até as 2h), Carpe Diem Cafe (até as 2h), Le Bosquet (até as 23h30). Se você gosta de festa animada pesquise sobre o Bateau Concorde Atlantique – um barco-balada super diferente – eu nunca fui mas achei interessante a ideia e tem boas reviews.

marais roteiro perfeito paris

Roteiro Dia 5 – Louvre/Versailles e Picnic na torre

Hoje é o dia de se despedir de Paris! E nada melhor do que aproveitar para conhecer algum ícone da cidade para passar a manhã. Acorde cedo e escolha o seu predileto: Palácio de Versalhes ou Louvre. Ambas programações são um um tanto quanto demoradas – você pode fazer as duas no mesmo dia, se desejar. Ir de manhã em um e de tarde em outro, mas é puxadinho e você vai matar o seu último dia na cidade somente com isso. Mas daí é uma questão de preferência. Eu escolheria somente um e deixaria outro para uma próxima visita (ou caso eu vá ficar mais tempo na cidade, para outro dia). Eu iria pela manha para Versalhes ou Louvre e no fim da tarde iria dizer tchau para a Torre Eiffel.

Depois do seu passeio para uma das opções, lá pelas 16h pegue o metrô para a estação École Militaire e caminhe até a Rue Cler. Passeie um pouco na rua que é o paraíso gourmet e onde os franceses fazem suas compras do dia a dia. Lá escolha queijos, pães, frutas, sobremesas, vinho, etc e siga a pé para os jardins da Torre Eiffel. Monte seu picnic e aproveite o fim de tarde aos pés da torre. Fique curtindo até acender as luzes da torre, que é um momento super especial. O final perfeito para o roteiro perfeito em Paris!

roteiro-em-paris-picnic-torre-eiffel

Espero que vocês aproveitem tanto esse roteiro perfeito de Paria quanto eu aproveitei! Paris é sempre uma delícia e independente de como você organizar os dias, tenho certeza que serão inesquecíveis. 

Dicas extras para o Roteiro em Paris ser realmente Perfeito

Reservas: Para seguir esse roteiro você precisa fazer algumas reservas com antecedência. São elas: o Cabaret (Lido ou Moulin Rouge, faz a reserva e o pagamento pelo site oficial, imprime e leva o ingresso no dia) e o Jantar na Torre/Restaurante 58 (também no site oficial, imprime o e-mail de confirmação e se apresente 40 minutos/meia hora antes da reserva no guichê que fica aos pés da torre – o menu mais caro é o único que dá garantia de sentar grudado no vidro, os outros não dão garantia e pode sentar no meio do salão, então preste atenção na hora da compra).

Gastronomia: Como eu já falei na matéria, Paris tem opções para todos os gostos e bolsos. Você pode encaixar alguns restaurantes bacanas na programação ou ir experimentando o que passar na sua frente. Como indicação de restaurante bacana que vale a pena deixo o incrível Ciel de Paris que tem vista de toda cidade, inclusive da Torre Eiffel. É lindo e delicioso! Pelo site deles pode fazer uma reserva – é perfeito para uma noite especial ou para o último dia na cidade, para fechar com chave de ouro. Um restaurante bacana e tradicional (e não tão caro) é o Le Chalet Savoyard, perfeito para experimentar o fondue francês (sim, os franceses afirmam que o prato é deles e não da suíça). Já para quem busca muita economia, indico os crepes de rua, as patisseries (Paul tem por tudo e é ótima) e picnic nas praças com baguetes e queijos franceses do supermercado/marchés. Se a sua hoespedagem tiver cozinha aproveite e compre ingredientes franceses para cozinhar em uma das noites: bem mais barato, delicioso e divertido! Por falar em comida, você não pode visitar Paris e deixar de provar: macaron, baguete, croissant, crepes, steak tartar, fondue e se você gostar ou quiser experimentar: foie grass, esgargot e pato.

Locomoção: O melhor jeito de andar por Paris é mesmo de metrô. Assim você não perde tempo, evita qualquer tipo de trânsito e com paciência você entende todas as linhas rapidinho – nada que um mapa não resolva. Para algum jantar, ida e volta do aeroporto, etc o taxi/uber também são boas opções.

Hotéis: Claro que a melhor opção é ficar perto da Torre Eiffel ou da Champs Elysee. É super bacana também ficar no bairro Marais ou também no Montmartre. Mas o mais importante de tudo é o seu hotel ser perto de uma estação de metrô. Nada melhor do que ficar a poucos passos da ligação com qualquer ponto da cidade. Olhe no Google Maps antes de reservar e confira se é pertinho de uma estação de metrô. Se for, está ótimo! Para achar o melhor hotel pra você, eu sugiro o Booking. Lá você pode filtrar as melhores opções de acordo com seu orçamento e prioridades. Não se preocupe se o seu hotel não tiver café da manhã – muitos em Paris não tem, não é o costume deles oferecer. A cidade é cheia de patisseries e boulangeries! Você com certeza vai passar por várias no seu caminho.

Conexão no celular: Hoje em dia, quem não quer postar uma foto na Torre Eiffel, né? Mas muito mais do que isso, a internet disponível no seu celular te ajuda muito na hora de se encontrar, ver algum endereço, chamar um uber, se localizar no metrô (o google maps ajuda muito nisso), alguma indicação de restaurante na área que você esteja e inclusive se comunicar com o seu grupo de viagem. Depender do wi-fi dos locais acaba prejudicando o ritmo da sua viagem. Em Paris você pode comprar um chip com internet em uma loja Orange – tem uma bem na Champs Elysee, que faz parte do nosso roteiro do primeiro dia. Não sei dizer o valor atualmente mas tenho certeza que vale a pena pela comodidade.

Dias da semana: Um cuidado bacana para ter ao montar o seu roteiro (ou seguir o Roteiro Perfeito em Paris) é ficar atento aos dias da semana. Alguns locais não abrem aos domingos, alguns mercados e lojas tem horários diferenciados no final de semana.. Então é sempre bom dar “um google” para garantir os dias e horários certinhos. A maior atenção é com os finais de semana e a segunda feira , que algumas coisas fecham também. O roteiro perfeito que eu montei pra vocês não tem uma ordem certa, você pode alterar o dia 2 pelo dia 4, por exemplo, sem nenhuma perda – confira os dias da semana e ajuste a isso.

Mais dias (ou menos dias): Para adaptar o Roteiro Perfeito em Paris aos dias que você vai ter disponíveis para aproveitar a cidade também é fácil: se você tiver mais dias, pode espaçar melhor as atividades e fazer tudo com mais calma. Além de poder incluir dias inteiros para passeios específicos, como por exemplo passar o dia todo no museu do Louvre ou em Versailles, ou ainda ir até a Eurodisney (que eu amo, é super charmosa e vale a pena o passeio) ou Vale do Loire. São passeios bem bacanas para quem vai ficar mais de 5 dias na cidade mas que pode não ser tão interessante em uma primeira visita com poucos dias. Paris é uma cidade enorme e com muitas coisas para ver – não adianta querer ver tudo em poucos dias pois dessa forma você vai acabar fazendo uma viagem super corrida na qual não vai conseguir aproveitar bem cada momento. Não tenha receio de deixar algumas coisas para trás – afinal, esse é sempre um bom motivo para sempre voltar a Paris! Se você tiver menos dias do que 5, você pode pesquisar cada sugestão mais a fundo e cortar algumas coisas que pra você não é tão essencial.

mudeu-louvre-roteiro-perfeito-paris

Quem quiser acompanhar a minha viagem para lá – fazendo novamente o Roteiro Perfeito em Paris –  fica de olho nas minhas redes sociais que vou dividir tudo em tempo real por lá. Instagram: @VFeminina  Também vou passar por Londres e Itália – Roma, Milão e Costa Amalfitana. Chega logo! 

 

Post Anterior

4 séries divertidas para assistir no Netflix

Próximo post

8 truques (infalíveis) para ser mais estilosa